LABORATÓRIO DE APLICAÇÕES FOTOVOLTAICAS E SEMICONDUTORES

 

INVESTIGAÇÃO

 

O LAFS tem como vector principal de investigação o avanço no processamento de silício directamente a partir  de matéria prima, em estreita colaboração com a industria fotovoltaica. O grupo tem vindo a desenvolver ideias originais para a resolução do problema e os resultados previamente obtidos vão no sentido de continuar o esforço iniciado.

Complementarmente, o LAFS desenvolve instrumentos para o processamento e caracterização de células solares em silício cristalino e células fotoquímicas de Graetzel.

 

FITAS DE SILÍCIO PARA APLICAÇÃO FOTOVOLTAICA

A análise da estrutura de custos da produção de uma célula fotovoltaica revela que o custo da produção do substrato de silício cristalino representa uma fracção muito significativa do custo energético, e económico, do produto final. Assim sendo, o desenvolvimento de formas de produzir silício cristalino directamente na forma de fita, evitando deste modo o processo de corte das bolachas de silício responsáveis pela perda de mais de metade da matéria prima apresenta-se como a forma natural de diminuir os custos de produção das células fotovoltaicas e assim contribuir para uma redução significativa do custo da electricidade solar.

EZ Ribbon

O processo EZ Ribbon é um método de crescimento de fitas de silício cristalino para aplicação fotovoltaica directamente a partir de feedstock. Para mais detalhes ver patente e ainda EZ paper. Desde 2006 que o desenvolvimento do processo EZ Ribbon é financiado pela BP Solar e pela FCT no âmbito de um protocolo de investigação.

 

SDS

O processo SDS é um método de crescimento de fitas de silício cristalino para aplicação fotovoltaica por deposição CVD a baixa temperatura. Para mais detalhes ver alguns resultados preliminares. O desenvolvimento do processo SDS  é financiado pela FCT no âmbito do projecto PTDC/ENR/67616/2006 .

 

RECURSOS DISPONÍVEIS

 

LISTA DE PROJECTOS DE INVESTIGAÇÃO


Para mais informações contactar solar@fc.ul.pt.